Marketing de Performance: o que é isso?

Certamente você já ouviu falar na velha história de que, durante uma crise, o marketing é o primeiro a ter o orçamento cortado. Isso sempre aconteceu pela dificuldade que tínhamos de mensurar os resultados do marketing de forma precisa, com dados e fatos que comprovassem a eficácia ou não de uma determinada ação.

Mas hoje, a realidade já é bem diferente. Com o auxílio de ferramentas como Business Intelligence, Big Data e Web Analytics, podemos mensurar praticamente tudo, chegando ao marketing de performance. Mas qual é o conceito por trás dessas duas palavrinhas?

O que é marketing de performance

Quando traçamos estratégias de marketing, temos objetivos definidos, os quais devem ser alcançados por meio de ações específicas. Essas ações, por sua vez, possuem metas e indicadores de desempenho, ou seja, métricas que nos ajudarão a saber se elas estão contribuindo para atingirmos nossos objetivos ou não.

Sendo assim, o marketing de performance é o marketing voltado para resultados, não processos ou campanhas. As estratégias são pensadas para que a empresa obtenha determinado benefício ao final, como mais leads, mais vendas, maior marketshare, etc.

Como você deve estar pensando, o marketing de performance se torna mais estratégico para o empreendimento, pois está alinhado aos objetivos da organização e permite um acompanhamento do budget em tempo real.

Quais as vantagens do marketing de performance?

O maior benefício do marketing de performance está em poder mensurar as ações realizadas em tempo real, aumentando a capacidade de decisão da empresa quanto à continuidade da estratégia, o ajuste da mesma ou ainda o abandono.

Numa campanha de links patrocinados no Google, por exemplo, você é capaz de saber em poucas horas se o conteúdo está adequado, se o SEO está atraindo o perfil de lead que você espera ou se o lance dado é suficiente para cobrir a concorrência. Com esta análise em mãos, você pode realizar a mudança que for necessária para aumentar a efetividade da campanha e assim maximizar seus resultados sem a necessidade de investir mais nisso.

Ao monitorar os resultados, você tem a chance de atrair leads mais qualificados, aumentando as chances de conversão e o lifetime value de cada cliente. Como você estará atento a tudo o que se passa com sua audiência, poderá otimizar a experiência dos usuários e assim gerar maior engajamento e fidelização.

Como o marketing de performance está direcionado sempre para a maximização de resultados, você terá sempre o ROI – Retorno Sobre o Investimento, como um dos indicadores mais importantes para a tomada de decisão.

Veja aqui como geramos um ROI de 1000% para um de nossos clientes

Como implementar o marketing de performance

Se a estratégia está voltada para resultados reais, o primeiro a fazer é traçar seu objetivo estratégico, desdobrando-o em metas e métricas mensuráveis. Lembre-se que os indicadores devem ser claros e objetivos, para que não haja dúvidas no momento de medi-los.

Em seguida, defina o formato pelo qual o uso do orçamento será medido: custo por lead, custo de aquisição de cliente, custo por clique, custo por download, etc. Essa estratégia ajudará a manter seu budget sob controle, assim como suas ações mais eficazes.

Crie um método de acompanhamento, seja através de uma ferramenta de análise web ou manualmente. Só lembramos que um controle manual deste tipo de estratégia pode levar a decisões equivocadas.

Por fim, mensure os resultados e promova as alterações necessárias, cuidando para não mudar todos os elementos de uma campanha de uma única vez. Os testes A/B são o método mais indicado para experimentar mudanças e promovê-las com segurança.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *